Publicado em 07 de Março de 2018

Prefeito monitora obras de drenagem e pontos críticos de alagamentos

Administração sabe de sua responsabilidade e trabalha para minimizar os problemas desde o início da gestão
O prefeito Marcelo Roque saiu na manhã desta quarta-feira, dia 7, para monitorar obras de drenagem e pontos críticos de alagamentos em Paranaguá. A convite do próprio prefeito, a imprensa acompanhou a passagem pelos bairros e verificação das condições, juntamente com alguns vereadores e secretários municipais.

Um destes locais fica no bairro Parque São João onde o rio Itinguaçu sobe muito pela falta de vazão provocada pela construção de casas de forma irregular, obstrução de manilhas provocando o desvio do curso do rio, além da quantidade de lixo.

No período da tarde, as máquinas derrubaram o muro que prejudicava a vazão da água para que a drenagem fosse concluída.

“A Prefeitura sabe de sua responsabilidade e está com as equipes trabalhando para minimizar os problemas desde o início da gestão. Também estamos preocupados com a continuidade das chuvas e a possibilidade de situações como a que aconteceu em março de 2011. Por isso já encaminhamos ao Governo do Estado documentos antecipando nossa preocupação quanto aos problemas gerados pelas chuvas, pois nosso objetivo é garantir a segurança a todos os moradores da cidade”, destacou Marcelo Roque.

Usando da rede social Facebook, o prefeito fez um vídeo diretamente do rio Itinguaçu mostrando a dificuldade que a falta de planejamento de muitos anos, além da falta de fiscalização, geram até os dias de hoje.

Um dos pontos visitados foi no Jardim Iguaçu onde foi feito trabalho com caminhão hidrovácuo para evitar alagamentos. Ao chegar no local, percebe-se que, sobre as manilhas e o mangue, muitas casas foram construídas. O vice-prefeito e secretário de Obras, Arnaldo Maranhão, também percorreu os locais e conversou com as equipes que efetuavam os serviços.


O lixo jogado de forma inadequada e em locais que são proibidos, a construção de casas em locais de risco e sem fiscalização ao longo dos anos, a dificuldade de colocar maquinário em determinados bairros porque não há espaço nem para a entrada das máquinas, foram questões lembradas e que, somadas a quantidade de chuva, aumenta a possibilidade de alagamentos. Para minimizar este problema, a Prefeitura vem intensificando a fiscalização e monitoramento para evitar que novas construções irregulares sejam feitas.

Entre os dias 6 e 7, choveu em Paranaguá, cerca de 94 mm em quatro horas. A Defesa Civil retirou cinco pessoas que foram levadas para a Escola Parque Awaji, e também houve a necessidade de retirada de 30 pessoas que seguiram para residência de familiares.

Simepar
Conforme informações do Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar) nos primeiros sete dias de março choveu quase o total esperado para um mês inteiro. Foram cerca 248 mm nesses dias. Em um mês o esperado de chuvas é de aproximadamente 266 mm.

> Encontre-nos no Facebook

> Veja os vídeos da TVPrefeitura em nosso Canal do YouTube


Jornalista: Luciane Chiarelli

Outras Notícias


Prefeitura Municipal de Paranaguá
Rua Júlia da Costa 322 - Centro Histórico
CEP: 83203-060 - Paranaguá - PR
CNPJ: 76.017.458/0001-15

© 2018 - Departamento de Tecnologia da Informação