Publicado em 16 de Março de 2018

[ATUALIZADA] Piso superior do Instituto de Educação é interditado

Núcleo Regional de Educação afirma que já tinha conhecimento da interdição e que agora trabalha para solucionar o problema
Na manhã desta sexta-feira, 16, a Secretaria Municipal de Segurança por meio da Defesa Civil interditou o piso superior do Instituto Estadual de Educação Dr. Caetano Munhoz da Rocha. O subcomandante da Guarda Civil Municipal e diretor da Defesa Civil explicou que a interdição 006/2018 ocorreu devido ao telhado do colégio que é muito antigo e estava comprometendo a segurança dos alunos. O forro está condenado e fiações elétricas estão expostas e em contato com a água das chuvas.

No piso superior que foi interditado funcionam sete salas de aula, sala da direção geral e outras de serviços internos, além de biblioteca e dois banheiros. No período da manhã cerca de 250 alunos estudam nesse andar e esse número se repete no período da tarde e da noite. Ou seja, aproximadamente 700 alunos precisarão ser remanejados em outros locais para continuarem recebendo aulas.

O colégio é estadual e alguns reparos no telhado foram realizados no passado. Desde 2013 o Instituto de Educação tem um protocolo no Estado solicitando a substituição do telhado. A manutenção deverá ser feita com substituição de telhas, entre outros serviços para que as aulas no local sejam restabelecidas.

A interdição é parcial o piso térreo continua com o funcionamento letivo normal.

O NÚCLEO REGIONAL DE EDUCAÇÃO ESCLARECE

De acordo com o Núcleo Regional de Educação (NRE) a interdição já era esperada por conta da precariedade das instalações da instituição de ensino. O NRE lamenta o acontecido e explica que as manutenções no local sempre foram paliativas com fundos rotativos que a escola recebe. Segundo o NRE, já existe um pedido para uma reforma geral do prédio e que já até possuí uma empresa contratada, mas que ainda depende de procedimentos burocráticos.

O NRE explica que marcará uma reunião com a empresa que ainda não iniciou a reforma por conta do cronograma estabelecido, pois, conta com três meses para iniciar a obra. O NRE informa que o auto de interdição será apresentado à empresa para que de forma emergencial o prédio possa receber as devidas melhorias.

De acordo com o NRE, os alunos que tiveram suas aulas interrompidas serão encaminhados para o Helena Viana Sundin, no bairro da Costeira. Os estudantes do diurno serão realocados na Unespar que fica ao lado do Instituto.

> Encontre-nos no Facebook

> Veja os vídeos da TVPrefeitura em nosso Canal do YouTube


Jornalista: Emanuel Andrade

Outras Notícias


Prefeitura Municipal de Paranaguá
Rua Júlia da Costa 322 - Centro Histórico
CEP: 83203-060 - Paranaguá - PR
CNPJ: 76.017.458/0001-15

© 2018 - Departamento de Tecnologia da Informação