Publicado em 11 de Abril de 2019

Além da vacina cuidados básicos ajudam a evitar Influenza H1N1

Medidas de prevenção são importantes. Alerta ocorre porque é comum registro da doença neste período do ano.
Embora tenha iniciado nesta semana a campanha de vacinação contra a gripe (que inclui também a Influenza H1N1 e outras duas formas do vírus), há outras formas de prevenção da doença. A Secretaria Municipal de Saúde de Paranaguá está reforçando medidas como manter locais arejados, com portas e janelas abertas, lavar as mãos com água e sabão frequentemente, principalmente depois de tossir ou espirrar, e ainda usar álcool em gel 70%, antes de comer, tocar os olhos e nariz.

“Temos uma preocupação maior com casos que envolvem gripe, como a H1N1, neste período do ano. Por isso estamos fazendo esse alerta, para que nossa população se previna. São medidas simples, que há 10 anos adotávamos por conta de um surto mundial desta doença, mas que fomos perdendo o hábito ao longo do tempo. É importante reforçar que são formas eficazes de prevenção”, alerta a secretária municipal de Saúde, Lígia Regina de Campos Cordeiro.

De acordo com o médico José Antonio Ferreira Martins, da rede municipal de Saúde de Paranaguá, o contágio da gripe é fácil. Basta tocar numa maçaneta que tenha partículas expelidas por outra pessoa contaminada com o vírus e colocar a mão na boca ou nos olhos. “Por isso que é importante sempre lavar as mãos. A vacina é a melhor ferramenta de proteção”, afirmou o médico.

Idosos, gestantes e crianças devem redobrar o cuidado para não contraírem a doença. Isso porque as chances de agravamento para esses pacientes são maiores, lembra o médico. Na mesma situação estão pessoas imunodeprimidas (portadores de HIV, pacientes em tratamento quimioterápico, por exemplo). “Problemas respiratórios ficam muito agravados com a gripe H1N1, o que gera muitos internamentos e que pode resultar até em óbito. Por isso é importante se prevenir e se vacinar também”, reforça o médico.

VACINAÇÃO PROSSEGUE

De segunda-feira (8) até agora foram vacinadas pouco mais de 350 pessoas em Paranaguá do grupo prioritário escolhido para a primeira etapa da campanha, que segue até 18 de abril. São crianças de seis meses a seis anos incompletos, gestantes (em qualquer período gestacional) e puérperas (mulheres até 45 dias após o parto). As unidades básicas de saúde da cidade receberam um total de 5.400 doses até agora.

No dia 22 de abril a campanha de vacinação abre também para trabalhadores da saúde, índios, idosos com mais de 60 anos, professores de escolas públicas e privadas, pessoas com comorbidades (hipertenso, diabético, portador de HIV) e outras indicações clínicas especiais, adolescentes de 12 a 21 anos que estejam cumprindo medidas socioeducativas, funcionários do sistema prisional e presos. Crianças, gestantes e puérperas continuando podendo tomar a vacina na segunda fase da campanha, que seguirá até 31 de maio.

Todas as unidades básicas de saúde de Paranaguá estão oferecendo a vacina contra a gripe, em horário comercial, das 8h às 17h. Sete delas, que funcionam com horário estendido, das 18h às 23h, também têm dose disponível. São elas: Alexandra, Vila Garcia, Divinéia, Jardim Iguaçu, Serraria do Rocha, Gabriel de Lara e Ilha dos Valadares – Rodrigo Gomes).


> Encontre-nos no Facebook

> Veja os vídeos da TVPrefeitura em nosso Canal do YouTube


Jornalista: Osvaldo Capetta

Outras Notícias


Prefeitura Municipal de Paranaguá
Rua Júlia da Costa 322 - Centro Histórico
CEP: 83203-060 - Paranaguá - PR
CNPJ: 76.017.458/0001-15

© 2019 - Departamento de Tecnologia da Informação