Prefeitura envia à Câmara projeto de reajuste do auxílio-alimentação, transporte e salário dos Agentes Comunitários de Saúde

Além disso, prefeito Marcelo Roque anunciou que fará o pagamento retroativo dos Agentes de Saúde ainda no fim do mês de abril

O prefeito Marcelo Roque enviou à Câmara de Vereadores nesta segunda-feira, 15, o projeto de lei que concederá reajuste no auxilio-alimentação e mais uma opção de recebimento vale-transporte dos servidores municipais. Além disso, a Prefeitura de Paranaguá pagará o salário retroativo dos Agentes Comunitários de Saúde e reajustará a remuneração da categoria conforme o piso nacional.

De acordo com o projeto, o vale-alimentação, creditado todo dia 15 no cartão UP Alimentação, passará de R$ 432,44 para R$ 509,66.

No caso do vale-transporte, a Prefeitura concedia o benefício através da solicitação do servidor, que gerava desconto de 6% no salário-base. Com o projeto em vigor, o servidor poderá optar o recebimento em dinheiro ou no cartão trasporte. Segundo a Secretaria Municipal de Fazenda e Orçamento (Semfa), não haverá mais desconto percentual sob o salário-base, passando a ser pela UFM, ou seja, para 20h 5 UFM e 40h 10 UFM. O funcionário poderá receber até R$ 320,00 de auxílio-transporte.

“O projeto de lei tende a beneficiar mais de 3 mil servidores”, resume o secretário da Semfa, Maurício Coutinho. Ele explica que com os reajustes, deverão ser injetados R$ 860 mil mensalmente na folha de pagamento.

Agentes Comunitários de Saúde: pagamento de retroativos e ajuste salarial

O prefeito Marcelo Roque quer instituir o piso salarial nacional dos Agentes Comunitários de Saúde, conforme a Lei Federal. “Visamos melhores condições de trabalho dos profissionais, reconhecendo as ações que desenvolvem em prol do município”, comenta o prefeito.

Além do reajuste passando ao piso salarial, será creditado o pagamento retroativo aos servidores até o fim de abril.

> Encontre-nos no Facebook

> Veja os vídeos da TVPrefeitura em nosso Canal do YouTube