Prefeitura vai ampliar CMEI da Ilha dos Valadares e dobrar vagas

Assinatura de Ordem de Serviço autorizando início da obra aconteceu na tarde desta quinta-feira, na sala de reuniões do Palácio São José. Investimento será de R$ 1,1 milhão.

Foi assinada na tarde desta quinta-feira (21) a Ordem de Serviço autorizando empresa a iniciar a obra de ampliação e reforma no Centro Municipal de Educação Infantil (CMEI) Nossa Senhora dos Navegantes, na Ilha dos Valadares. Com isso o número de vagas passará das atuais 140 para 290, dobrando a capacidade do espaço.

A assinatura da Ordem de Serviço ocorreu na sala de reuniões do Palácio São José, sede da Prefeitura de Paranaguá. Teve a presença da secretária municipal de Educação, Tenile Xavier, de representante da empresa Parati, que executará a obra, do vereador Thiago Kutz e da diretora do CMEI, professora Cláudia Mello, além de membros da equipe técnica da pasta. O investimento é de R$ 1,1 milhão, com recursos próprios dos cofres públicos.

Com a reforma serão construídas 5 novas salas de aula, dois banheiros, sala multiuso e espaço para os professores. O prédio atualmente possui 348 metros quadrados (que passarão por reforma completa na estrutura) e ganhará mais 435 após a ampliação.

A secretária municipal de Educação, Tenile Xavier, destacou que o investimento é importante para diminuir uma demanda existente por mais vagas na Educação Infantil. “Felizmente estamos dobrando a capacidade de atendimento neste CMEI, que é centralizando e com bastante procura pela comunidade da Ilha dos Valadares. Essa ampliação representa um grande avanço”, avaliou a secretária.

Para a diretora do CMEI a população reivindicava há anos tal investimento, tendo em vista que muitas mães têm necessidade de trabalhar para ajudar no sustento da família. “Há muita procura por esse CMEI, porque é bem localizado e caminho para quem entra e sai da ilha. Com certeza estamos muito agradecidos por este investimento que a Prefeitura está fazendo”, declarou a diretora.

A obra deve ser iniciada em 15 dias e a equipe vai tentar concluir a reforma na parte já construída antes do início das aulas, após a quarentena pela Covid-19. A expectativa é que as 150 novas vagas sejam oferecidas já a partir do próximo ano letivo, pois a conclusão está prevista para terminar em seis meses.


> Encontre-nos no Facebook