Publicado em 11 de Fevereiro de 2018

Verde e Rosa conta a Saga de um Imperador na Avenida do Samba

Acadêmicos do Litoral levou 280 integrantes para o desfile, que contou a passagem de Dom Pedro II por Paranaguá, em 1880.



A escola Acadêmicos do Litoral coloriu de verde e rosa a Avenida do Samba nesta madrugada de domingo para contar a história do Imperador Dom Pedro II em terras paranaenses, há mais de 200 anos. Ela foi a primeira a desfilar no segundo dia do Carnaval de Paranaguá 2018 “Essa folia tem história” porque a primeira, a Filhos da Gaviões, teve problemas com dois carros alegóricos e não desfilou no horário determinado. O incidente não prejudicou a programação para a noite.

Com o enredo “O Paraná é uma bela província de grande futuro. A Saga do Imperador Dom Pedro II em terras paranaenses” a Acadêmicos do Litoral desfilou com 280 integrantes, espalhados em oito alas, dois carros alegóricos e um tripé e 40 ritmistas na bateria. Sediada na Vila Cruzeiro a Acadêmicos do Litoral é a escola mais antiga do Paraná em atividade e foi fundada em 4 de outubro de 1973. A presidente é Milene Rosa Gomes, um patrimônio vivo do Carnaval parnanguara.

Os carnavalescos da Acadêmicos do Litoral foram Adriano Roberto Lourenço e Cynthia Pereira Lourenço. O intérprete do samba foi Diogo Monteiro e a letra do samba de Rodrigo Bola.

A comissão de frente abordou a Guarda Imperial e os lampioneiros. Já o abre-alas contou a história da chegada da comitiva imperial a Paranaguá. As alas seguintes trataram de temas como a missa imperial, as damas da corte (com as baianas), o chá de erva mate, imigrantes alemães e o Exército Brasileiro.

O casal de mestre-sala e porta-bandeira foi Júlio Lacerda e Adriana Moreira. A fantasia que eles usavam representava a Serra da Graciosa, único acesso possível até a capital da província na época em que Dom Pedro II veio a Paranaguá.

UM POUCO DE HISTÓRIA

De acordo com o histórico repassado pela Acadêmicos do Litoral para justificar o enredo, demorou 27 anos para Dom Pedro conhecer a província que ele havia criado em 1853. A saga do Imperador começou em 17 de maio de 1880, com embarque no Rio de Janeiro, então capital do Brasil. A viagem num navio a vapor durou um dia. Desembarcaram num trapiche pequeno na Ilha da Cotinga, o Imperador e sua esposa, Dona Tereza Cristina, mas para chegar no continente usaram barcos pequenos e chegaram na Rua da Praia, onde hoje é feito embarque para as ilhas da região.

Dom Pedro II visitou o Palácio Visconde de Nácar (antiga Câmara Municipal), a Catedral Diocesana, escolas, o Hospital de Misericórdia e até a cadeia. O objetivo da visita era lançar a pedra fundamental da ferrovia que liga Paranaguá a Curitiba. Depois a comitiva imperial seguiu para Antonina e depois a Curitiba, já capital da província.


> Encontre-nos no Facebook

> Veja os vídeos da TVPrefeitura em nosso Canal do YouTube


Jornalista: Osvaldo Capetta

Outras Notícias


Prefeitura Municipal de Paranaguá
Rua Júlia da Costa 322 - Centro Histórico
CEP: 83203-060 - Paranaguá - PR
CNPJ: 76.017.458/0001-15

© 2018 - Departamento de Tecnologia da Informação