Publicado em 02 de Março de 2018

Posto de saúde da Ilha da Cotinga passará por reforma para beneficiar aldeia indígena

Reunião com cacique da localidade e equipe da Secretaria Municipal de Saúde definiu detalhes das necessidades dos índios guarani mbyá.
A aldeia indígena Pindoty, localizada na Ilha da Cotinga, será beneficiada com uma reforma na unidade básica de saúde. A medida vai atender cerca de 80 índios da etnia Guarani Mbyá que vivem atualmente no local, que fica a cerca de 20 minutos de barco do continente, na região central de Paranaguá.

A unidade será equipada com cadeiras, macas e utensílios necessários para atendimento da população da ilha. A equipe de engenharia e arquitetura vai realizar um projeto para então ser iniciada a obra, com recursos próprios.

A decisão foi tomada em reunião recente do secretário municipal de Saúde e Prevenção, Paulo Henrique de Oliveira, com representantes da aldeia, os caciques Dionísio Rodrigues e Cristino da Silva. Estavam presentes ainda, a superintendente de Gestão e Administração da pasta, Lígia Regina de Campos Cordeiro, o supervisor do Estratégia Saúde da Família (ESF), David Ramos da Silva, e a arquiteta e urbanista Kim Gisele de Souza Tosini Costa, além de Luiz Martins, coordenador substituto da Fundação Nacional de Assistência ao Índio (Funai) Paranaguá e Amauri Pedro, coordenador do pólo base da Secretaria Especial de Saúde Indígena (Sesai).

“Recebemos essa demanda apresentada pelos caciques da aldeia e vamos realizar a reforma o quanto antes para conseguirmos atender crianças, gestantes e a comunidade em geral. Vamos também viabilizar o atendimento médico, assim como tentar providenciar uma lancha para o transporte dos pacientes, para casos de emergência”, destacou o secretário Paulo Henrique.

Por se tratar de uma ilha é necessário fazer o transporte de barco até Paranaguá em situações de emergências, como as picadas de cobra, situação que é freqüente entre os índios. Os caciques contaram que antigamente buscavam tratamento com ervas, que atualmente não existem mais na ilha. Sementes foram trazidas do Paraguai, mas não germinaram.

Entre as tratativas com os representantes dos índios ficou acertado que caberá à comunidade viabilizar uma pessoa para pilotar a lancha, bem como a manutenção e o combustível. Também foi discutida a realização de melhorias no deck da comunidade, no trapiche e na iluminação.


> Encontre-nos no Facebook

> Veja os vídeos da TVPrefeitura em nosso Canal do YouTube


Jornalista: Osvaldo Capetta

Outras Notícias


Prefeitura Municipal de Paranaguá
Rua Júlia da Costa 322 - Centro Histórico
CEP: 83203-060 - Paranaguá - PR
CNPJ: 76.017.458/0001-15

© 2018 - Departamento de Tecnologia da Informação