Publicado em 12 de Julho de 2019

UPA será reformada e ampliada para ter habilitação do Ministério da Saúde

Habilitação permitirá receber recursos federais, já que hoje estrutura é mantida somente pela Prefeitura de Paranaguá. Empresa deve entregar projeto para reforma e ampliação no próximo mês. Secretaria de Saúde deve investir cerca de R$ 9 milhões na compra de equipamentos, mobiliários e insumos.
A população de Paranaguá sabe que a UPA não é habilitada pelo Ministério da Saúde para atuar como uma unidade de urgência e emergência. O problema surgiu em 2012, ano em que foi inaugurada. A gestão do prefeito Marcelo Roque vem tentando resolver a situação desde que assumiu a Prefeitura, no início de 2017, para que a unidade possa ter a habilitação e assim passar a receber recursos federais, já que hoje é mantida com verba somente do tesouro municipal.

A secretária municipal de Saúde, Lígia Regina de Campos Cordeiro, explica que todos os procedimentos previstos em lei estão sendo tomados para que a UPA tenha a habilitação necessária. O primeiro passo foi realizar a licitação para o projeto de ampliação e reforma da estrutura do prédio. “Foi a gestão do prefeito Marcelo Roque que trouxe a tona o problema de falta de habilitada no Ministério da Saúde. Não varremos o problema para baixo do tapete. Buscamos resolvê-lo. A empresa que venceu o processo licitatório vai apresentar o projeto em agosto e daí poderemos fazer a licitação para a obra em si”, explica a secretária.

Assim que for concluída a reforma e a ampliação a unidade passará por vistoria de técnicos do Ministério da Saúde, que atestarão se há condições para a habilitação. “Esta é uma etapa que não temos como adiantar. Ou seja, só é possível obter a habilitação se seguirmos completamente esse rito. Quem afirmar o contrário está sendo leviano. Estamos fazendo tudo que é previsto em lei, definido pelo Ministério da Saúde”, esclarece a secretária.

Assim que a obra for concluída também já será possível solicitar ao governo federal recursos para mobiliar e equipar a UPA, conforme a secretária Lígia, que pede que a população tenha paciência em esperar mais um pouco até que todo o procedimento necessário seja realizado. “Sei que o prédio atual tem problemas e é por isso que estamos fazendo tudo para que seja reformado e ampliado. Teremos uma nova UPA, à altura do que nossa população merece. Enquanto isso não acontece peço que nossos cidadãos sejam pacientes, porque sabemos como situações como essa geram transtornos”, analisa a secretária.

Quando a obra for iniciada o atendimento da UPA passará a ser feito na unidade Balduína Andrade Lobo (Dona Baduca), que fica ao lado. O prédio passou por recente reforma e as providências para receber pacientes em situação de urgência e emergência estão sendo tomadas há meses. “Estamos com um planejamento que vem desde o ano passado, para que o prédio da Dona Baduca tenha as condições ideais para atendimento à população. É importante frisar que fazemos tudo conforme a lei. Não podemos nos desviar disso”, declarou a secretária.

Ao mesmo tempo em que aguarda toda a tramitação necessária para a habilitação da UPA a Secretaria Municipal de Saúde realiza diversas licitações para aquisição de equipamentos, mobiliários, insumos odontológicos, médicos e laboratoriais, que beneficiarão toda a rede municipal de saúde. Os investimentos beiram a casa de R$ 9 milhões e são todos com recursos próprios. “A Saúde de Paranaguá está tendo um avanço enorme em relação à estrutura para atendimento à nossa população. Investimentos que somados a outras ações vão melhorar muito a qualidade do serviço que oferecemos”, assegurou a secretária.

> Encontre-nos no Facebook

> Veja os vídeos da TVPrefeitura em nosso Canal do YouTube


Jornalista: Osvaldo Capetta

Outras Notícias


Prefeitura Municipal de Paranaguá
Rua Júlia da Costa 322 - Centro Histórico
CEP: 83203-060 - Paranaguá - PR
CNPJ: 76.017.458/0001-15

© 2019 - Departamento de Tecnologia da Informação